Arquivo para setembro \30\UTC 2011

como diria o martinho, em linha reta e em alemão (o heidegger, não o da vila)

o homem só se entedia
porque sabe que
a farra da vida
acaba um dia

(e não se doa,
a morte é um romário
na pequena área,
não perdoa)