Arquivo para junho \09\UTC 2011

moeda

ele que sempre
tivera um brilho
diferente no olhar
um dia não
terá nenhum
mas ainda assim
estará em paz

a vida às vezes
é mesmo só isso
uma moeda esquecida
no bolso de trás

de nada

essa incerta tristeza
bem de madrugada
podia ser pior
podia ser nada

(e nada é pior
do que nada

diz aí)