oesteopoema

6 da manhã, 6 da seda tarde
sacristãos ostentando hóstias
não sacam que estão
osteoporosamente
celebrando a multiplicação da discórdia

* poema do nobilíssimo filho-da-puta flávio lemos, brother in arms.

Anúncios

1 Response to “oesteopoema”


  1. 1 vicente agosto 12, 2009 às 8:36 pm

    Poxa adorei o blog, adorei os textos, descobri atraves do viciado carioca, ja salvei nos favoritos.

    muito bom …

    tb tenho meus dias de poeta e me identifiquei muito com esse blog


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Comentários

Angelo Cuissi em (quem sabe um dia) viramos…
Juliana em
Dhyogo Henrique em
mabru em
Angelo Cuissi em moeda
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: