sem refúgio

são paulo dos cidadãos-caramujo
cidade que não pode parar
mas o faz todos os dias
no trânsito

são paulo sem refúgio
cidade que chove
lágrimas de solidão
na intimidade forçada
do metrô lotado

são paulo conformada
com a pouca disponibilidade
do frio e do cinza
das falsas multidões
cidade insensível
que parece imune
à angústia de produzir
o fim do mundo

Anúncios

0 Responses to “sem refúgio”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Comentários

Angelo Cuissi em (quem sabe um dia) viramos…
Juliana em
Dhyogo Henrique em
mabru em
Angelo Cuissi em moeda
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: