Arquivo para março \24\UTC 2009

seralém

se para todo tento
eu não tropeçasse
tanto em mim mesmo
e meus tombos não
tivessem todos
os meus tamanhos

se ao menos
são paulo parasse
e por um instante
pensasse um pouco
em mim

se ao menos assim
sozinho como tantos
como todos no fim
eu conseguisse saber
o que me falta viver
pra ser além, enfim

poema da mônica

infinito
depende de nós
felicidade
só a sós

cordas
dependem dos nós
infinito
nem os sóis

(mônica lie)