Parto pra Ser (Rodrigo Trindade, irmão, saudade)

Refaz-se a luz no fim
de um útero agonizante
rasgo a carne abrigo,
vencendo meu ventre passado,
e me levanto nu diante do Sol

O vento frio não perdoa
minhas núpcias com
a nova realidade
mas a dor de cada parto passado
aquece minha pele
me dando consciência
da potência da minha vontade
e me fazendo rir
como uma criança,
com a sinceridade
que ofusca mil orações

Anúncios

3 Responses to “Parto pra Ser (Rodrigo Trindade, irmão, saudade)”


  1. 1 cochise janeiro 29, 2009 às 10:01 am

    Está avisado.

    Em uma semana ou menos te resenho.

    Não tente fugir que vai ser pior para você.

    http://descritor.blogspot.com
    http://quixotesco.wordpress.com

  2. 2 rodrudi março 15, 2009 às 5:21 pm

    O seu blog é clean. É de uma leveza que esmiuça a profundidade das coisas necessárias. É pergunta que desperta outra pergunta. É resposta selada na cavidade atemporal do coração humano. Parabéns!

    Deixarei aqui o me espaço!
    meninodeca.wordpress.com
    epifaniasdeummenino.blogspot.com

    Abraços,
    Rodrigo .

  3. 3 flavio maio 30, 2009 às 4:18 pm

    o velho mari..


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s




Comentários

Angelo Cuissi em (quem sabe um dia) viramos…
Juliana em
Dhyogo Henrique em
mabru em
Angelo Cuissi em moeda
Anúncios

%d blogueiros gostam disto: