Arquivo para abril \17\+00:00 2007



pronto

onde mais te busco

já que não te encontro?

nada de um lado

quase nada do outro

eu,

no meio,

tonto

…, … e tal

 …e não havia

mais ela

só o resto

e a saudade de

um amor fulminante

desses que nos fazem

não ser como antes

ninhariagem

foi um sujeito comum desses que

trabalham como uma formiga

bebem feito um gambá

morrem como um passarinho

não deixou bens

só seus seis filhotinhos

o fabuloso homem-formiga

tantos passos

tanta direção

gozo a liberdade

da minha prisão

sendo em vão

hardcore

a metrópole se

atrapalhou toda

engarrafada

e engoliu o cidadão

que nem mais escolhe

nasce, cresce e

morre hardcore


Comentários

Angelo Cuissi em (quem sabe um dia) viramos…
Juliana em
Dhyogo Henrique em
mabru em
Angelo Cuissi em moeda